14 9 9779-7477
O que é Análise SWOT ou Análise FOFA? entenda as estratégias do seu negócio.

O que é Análise SWOT ou Análise FOFA? entenda as estratégias do seu negócio.

A análise SWOT, ou FOFA, é uma das ferramentas mais populares do marketing. Trata-se de uma avaliação de cenários antes de tirar um projeto do papel, de maneira que ele tenha mais chances de sucesso.

Mas, para que você entenda melhor a análise SWOT, pense em como ela ajudaria a sua vida. No momento de fazer uma escolha pessoal importante — como mudar de cidade ou escolher uma faculdade para cursar —, como você toma essa decisão?

É comum que a gente pense sobre os nossos interesses e objetivos, avalie a situação atual de vida, reúna informações sobre as possibilidades de escolha e pese os prós e contras da decisão. 

Assim, é possível fazer uma escolha com mais chances de acerto.

É assim que você costuma fazer? Se sim, saiba que você está adotando a lógica da análise FOFA, que também auxilia a tomada de decisões. A diferença é que a análise é feita sobre um ambiente de negócios e existe um método por trás que ajuda a organizar as ideias.

Agora, queremos ajudar você a aplicar a análise SWOT no seu negócio. Para isso, abordaremos neste conteúdo os seguintes pontos:

  • O que é Análise SWOT
  • Para que serve a Análise FOFA
  • Quem deve fazer a Análise SWOT
  • Como fazer uma Análise SWOT na sua empresa
  • Exemplo de Análise SWOT
  • Então, siga conosco!

O que é Análise SWOT

Análise SWOT, ou FOFA, é uma ferramenta de planejamento estratégico na gestão de projetos, usada para analisar cenários e embasar a tomada de decisões. Ela costuma ser usada pelas empresas antes de implementar algum projeto de impacto para o negócio.

A análise proporciona um diagnóstico completo da situação da própria empresa e dos ambientes que estão no seu entorno, de maneira que ajude a correr menos riscos e aproveitar as oportunidades.

Acredita-se que esse método foi criado na década de 1960 pelo consultor de empresas Albert S. Humphrey, ao integrar um projeto do instituto de pesquisa de Stanford que foi financiado pelas maiores empresas da época. Albert conta essa história neste documento, publicado em 2005, após a sua morte.

É claro que, anos depois da sua criação, a análise SWOT já passou por várias reformulações para se adaptar às necessidades de cada projeto. O método se tornou muito popular, já que é simples e rápido de aplicar e traz resultados efetivos para o planejamento.

Mas afinal, o que significa SWOT? É a sigla formada pelas iniciais das palavras Strengths (Forças), Weaknesses (Fraquezas), Opportunities (Oportunidades) e Threats (Ameaças). Em português, muitas pessoas a chamam de análise FOFA (Forças, Oportunidades, Fraquezas e Ameaças).

Essas palavras identificam quais análises são feitas: as forças e as fraquezas se referem à análise interna, ou seja, os pontos positivos e negativos da empresa ou do projeto que se quer implementar.

São fatores que, em sua maioria, estão sob controle da empresa e podem ser modificados por ela, diferentemente do ambiente externo, que é analisado nas oportunidades e ameaças. Elas englobam a análise de mercado, concorrentes, fornecedores e até o macroambiente político, econômico, social e cultural.

O resultado da análise desses fatores é uma matriz 2×2, chamada de Matriz SWOT, que divide os quatro pontos de análise entre fatores internos/externos e positivos/negativos.

Assim, ao olhar para dentro e fora da empresa e para o que é positivo e negativo, você obtém um panorama completo dos fatores que podem determinar o sucesso do seu projeto.

Quer entender melhor o que é a análise SWOT e como fazer uma matriz para o seu negócio? O nosso CMO, Victor Peçanha, fez um vídeo explicando todos os detalhes desse método:

Para que serve a Análise FOFA

A análise SWOT serve para tirar as ideias do papel. Esse método ajuda qualquer tipo de projeto a planejar sua implementação com mais segurança e traçar estratégias com mais chances de sucesso.

A análise costuma ser usada por empresas que estão entrando no mercado, lançando novos projetos ou entrando em novos mercados. Mas também pode ser usada em qualquer planejamento, até mesmo no desenvolvimento pessoal, como exemplificamos no início deste artigo. 

Independentemente do tipo de projeto em que seja aplicada, a análise SWOT sempre ajuda a tomar decisões mais acertadas. Afinal, essa atividade traz todas as informações necessárias para formular estratégias com mais segurança ou, dependendo dos resultados, constatar até a inviabilidade do projeto.

Ao olhar para o ambiente interno, você conhece a fundo o seu negócio. Você identifica fatores positivos que podem ser reforçados e indicam o que está no caminho certo. Por outro lado, as fraquezas apontam o que você precisa melhorar ou controlar para que o projeto dê certo.

Quando você olha para o ambiente externo, percebe fatores que não pode controlar diretamente, mas para os quais precisa se preparar.

A análise das oportunidades serve para gerar insights que você nem tinha percebido antes. Quanto às ameaças externas, você deve se antecipar a elas e adotar medidas para que não prejudiquem o seu projeto.

Quem deve fazer a Análise SWOT

Provavelmente você pense que, por ser um método de gestão de projetos, quem deve aplicar a análise SWOT são os gestores. Porém, quem são as pessoas que conhecem de perto os meandros da empresa? São os funcionários que vivem o dia a dia do negócio!

Por isso, a análise SWOT é mais rica quando integra toda a equipe para levantar informações. Assim, cada pessoa pode contribuir com a realidade que vive nas suas rotinas.

É interessante reunir os especialistas de cada área para relatar as qualidades, as dores, os desafios do seu trabalho, enquanto os gestores contribuem com a sua visão global do negócio. 

Pensando em gestão de pessoas, há ainda outros benefícios: a participação nesse processo fortalece a relação dos colaboradores com a empresa e o seu comprometimento com os resultados do projeto.

Como fazer uma Análise SWOT na sua empresa.

Veja a matéria completa para entender melhor.

Share This

Comments